abramente.com

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Finanças Pessoais Quero enriquecer: Qual o primeiro passo?

Quero enriquecer: Qual o primeiro passo?

E-mail Imprimir PDF

Não só o primeiro, mas também o mais importante passo: gaste menos do que ganha! O que, você esperava uma fórmula mágica?

Isso é tão óbvio que corro o risco de você, leitor, desinteressar-se do texto ao ponto de não prosseguir com a leitura. Mesmo assim, peço-lhe um pouquinho mais do seu tempo.

Você pode até dizer que não usa o cheque especial, não faz empréstimos no banco, não parcela a fatura do cartão de crédito e que seu nome não consta no SPC/SERASA. Mas, ao mesmo tempo, financiou seu carro novo em 60 meses, compra roupas de marca e "faz em 10 X no crediário", compra picanha no supermercado e paga no cartão de crédito, pede uns dias no cheque da escola dos filhos, faz uma continha no bar ou armazém da esquina, etc.

Se você tem esse tipo de hábito de consumo, significa que provavelmente está gastando mais do que ganha. Quer tirar a teima? Pegue todos os gastos realizados no mês (valores cheios, não as parcelas) e subtraia do seu salário. Sobrou quanto?

Se você continua lendo este artigo, é porque na sua conta não sobrou nada e o mais provável é que tenha faltado.

"É, mas se eu não fizer parcelado, nunca vou conseguir comprar meu carro". Leia mais sobre isso no artigo "Dívidas: Você pensa como rico ou como pobre?".

E pare de colocar a culpa no salário, na inflação e nos políticos. Saiba exatamente o quanto você pode fazer com sua receita mensal, programe-se para que haja uma sobra e, no dia em que o salário entrar, deposite o valor estimado da sobra na aplicação de sua preferência. Leia mais sobre uma dica prática de como começar a economizar em "Como Economizar: Faça um Fundo de Emergências".

Se não consegue guardar, só há dois caminhos para ficar rico: loteria ou herança de um parente desconhecido.

O que lhe parece mais fácil? Fazer um esforço ou contar com a sorte?

"Ah, mas meu salário não dá pra nada!"

Mais um motivo para não gastar além da conta, porque mais cedo ou mais tarde você terá que pagá-la. Ao invés disso, invista em sua carreira/negócio, não espere que as coisas melhorem sem esforço extra, porque uma coisa é certa: "não existe almoço grátis". Se quer ganhar mais, terá que oferecer mais, essa é a regra universal do esforço x recompensa.

Não pretendo ensinar aqui nenhum tipo de mágica e nem mesmo oferecer uma solução definitiva. Minha única intenção é a de acender na sua cabeça uma luzinha vermelha, um alerta, para que passe a preocupar-se mais com a sua saúde financeira, ao invés de ficar procurando culpados pelas suas dificuldades. Saiba que, enquanto tiver energia para trabalhar, você é o único responsável por elas, tanto no sentido de vencê-las, quanto no sentido de render-se à elas.

Pra finalizar só quero dizer mais o seguinte: tirando herdeiros e sortudos da loteria, os ricos ficaram ricos porque gastaram menos do que ganharam e procuraram ganhar cada vez mais, expandindo seus negócios ou investindo em suas carreiras. Não pense que com você será diferente.

Um grande abraço e sucesso!

Clique AQUI e faça sua pergunta sobre Finanças Pessoais.

Última atualização em Dom, 27 de Maio de 2012 12:03  

Comentar

O proprietário do site se reserva o direito de não publicar seu comentário caso contenha conteúdo impróprio.


Código de segurança
Atualizar

O que procura?

Pesquisa personalizada

Linha em branco