abramente.com

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Qualidade Câmara Municipal implementa Controle de Qualidade

Câmara Municipal implementa Controle de Qualidade

E-mail Imprimir PDF

Estive pesquisando sobre instituições que implementavam ciclos de melhoria contínua em seus processos quando encontrei uma matéria sobre a Câmara Municipal da cidade de Praia da Vitória. O que li me deixou pasmo e ao mesmo tempo esperançoso.

A Câmara Municipal desta cidade implementou em 2008 um regulamento interno para garantir a qualidade de seus serviços que estabeleceu limites de prazos para atendimento a determinados tipos de SERVIÇOS OFERECIDOS AOS MUNÍCIPES. Além do limite de prazo para atender o pedido dos munícipes, também foram estabelecidos percentuais de ressarcimento dos custos envolvidos nos casos de atraso.

Recentemente a Câmara ajustou o regulamento, reduzindo os prazos e determinando que o ressarcimento ocorrerá mesmo que não solicitado pelo munícipe, além de contemplar novos serviços que não eram oferecidos anteriormente.

Conforme o autor da matéria, em 2010 foram demandados 4526 pedidos à Câmara com apenas 6 casos de prazo excedido, o que garante um índice de 99,9% de cumprimento sem anomalias. Esta cidade é um exemplo de como uma instituição pública pode ser comprometida com a qualidade dos SERVIÇOS QUE PRESTA. Não só isso, de fato percebe-se que ela realmente PRESTA SERVIÇOS e não somente consome os impostos que os cidadãos são obrigados a pagar.

Impressionante, não?

Agora voltemos ao Brasil...

Pois é, Praia da Vitória é uma pequena cidade, de aproximadamente 20.000 habitantes, que fica em uma das ilhas do arquipélago dos Açores! Você realmente estava pensando que falávamos de um município brasileiro? Eu sinceramente gostaria muito que fosse, seria uma "luz no fim do túnel", mas não é o caso.

Não vou me delongar no assunto, porque inevitavelmente teria que falar sobre como os políticos fazem política e como os brasileiros exercem o direito democrático de escolha de seus representantes e, definitivamente, essa não é minha intenção. Só peço que faça a seguinte crítica:

Eleitores que escolhem como deputado federal mais votado um comediante que tirou o diploma de alfabetismo um mês antes de assumir o cargo, merecem ter câmaras municipais em suas cidades, que se preocupem com os desejos e necessidades dos munícipes? Se os deputados federais são comediantes, o que esperar dos vereadores? Só mais uma coisa, para aqueles que dizem que nossos problemas são herança dos portugueses, o arquipélago de Açores faz parte da República Portuguesa.

Se você conhece uma instituição em sua cidade, que ofereça serviços públicos, com preocupação comprovada com a qualidade, por favor, compartilhe conosco.

Um grande abraço, sem perder a esperança no Brasil.

Fonte da notícia: a UNIÃO

Última atualização em Dom, 27 de Maio de 2012 12:18  

Comentar

O proprietário do site se reserva o direito de não publicar seu comentário caso contenha conteúdo impróprio.


Código de segurança
Atualizar

O que procura?

Pesquisa personalizada

Linha em branco